Fã de Simple Plan: folga para descansar ou conhecer a banda?

Aula ou gravação do Simple Plan? A gente sabe que todo mundo já teve uma dúvida dessas, e a Cibelle conta que decidiu usar seu dia de descanso após o show para conseguir as primeiras fotos com o Simple Plan.


Por Cibelle Alves

Tudo começou com aquele clássico “Não vou poder ir!”, já que a turnê do Simple Plan foi confirmada em cima da hora. Mas sabemos: fã é fã e, além disso, se tratava do show de um álbum tão maravilhoso que todo fã antigo, como eu, ama loucamente!

Leia mais histórias do NPNHJB Tour no nosso blog!

E lá fui eu agarrar meu ingresso no primeiro dia de vendas, pedi até pra sair mais cedo do trabalho. Comecei também a fazer banco de horas igual a uma louca, porque queria folgar na sexta anterior e na segunda após o show. Comprei meu ingresso e aguardei ansiosamente o grande dia!

Chegou! Dia 27 de maio de 2018. Como eu não comprei ingresso especial, decidi chegar cedo na fila pra ver o show de pertinho, e foi assim que eu fiz: às 8h estava na fila. Fiz amizades bem legais e isso ajudou muito a passar o tempo. Os portões abriram às 17h30 e ficamos em pé, muito apertados, até as 20h. Quando começou o melhor show que eu já vi na vida, o esforço de ter chegado tão cedo valeu muito a pena. Consegui ficar num lugar bem legal. Pulei, gritei, cantei, chorei, peguei na mão do Pierre e também agarrei o Chuck nos seus clássicos pulos na galera durante os shows… Escrever já dá muita saudade.

Fui pra casa morta de cansada e muito feliz. O plano era dormir a segunda-feira inteira pra trabalhar legal na terça (aham!). Segunda-feira, euzinha acordei às 7h e não consegui dormir mais! Só pensava em ir até a Paulista e tentar chegar perto dos meninos para conseguir minhas fotos, que eu não tinha mesmo sendo fã havia anos!

Okay! Levantei, lavei o cabelo e fui cheia de esperança. Lá estavam meus amigos que tinha feito na fila! Esperamos e torcemos, torcemos muito, em especial eu, que em 2016 estive lá mas não consegui as fotos.

E então avistamos o Seb, lindo e maravilhoso, pedindo pra formarmos uma fila indiana porque eles iriam nos atender. Eu não consigo explicar o que eu senti, sei que meu coração batia muito forte, eu tremia e tinha no rosto um sorriso bobo e lesado.

Todos que estavam lá foram atendidos. Eles são muito fofinhos, provando que eu sou fã da melhor e mais linda banda do mundo! Ainda falta minha foto com o nosso David (e eu vou conseguir!). Ah! Peguei autógrafos também no encarte do CD da turnê!

Voltei pra casa muito, muito feliz, publicando a foto em todas as redes sociais! O sorriso bobo volta pra minha cara toda vez que eu conto isso, e sempre será assim!

_

Conte também a sua história da NPNHJB Tour: ps2pontos@gmail.com

Deixe seu P.S.:

Este artigo não possui comentários